terça-feira, 16 de outubro de 2007

Sei lá...

Pois é...
Nem sei o que escrever...
Ninguém vai ler mesmo...
Hehe...
Posted by Picasa

sexta-feira, 24 de agosto de 2007

Nova cara do Orkut

Uma prévia da nova cara do orkut...

Finalmente vão mudar um pouco o visual... Aquele puro azul cansa...
Hehe...

Será que vão mudar aquelas letras malucas e safadas????

terça-feira, 7 de agosto de 2007

VIDRO versus PET - 1º Round

Não!
Não é propaganda de refrigerante!
Hehehe...
É apenas parte do conteúdo da geladeira de casa...

Sim!!
Garrafas de vidro!!!
Aquelas velhas garrafas que muita garotada nem conhece!

Agora você se pergunta: por que ele está postando isso??
Ou ainda: por que ele compra refrigerante em garrafas de vidro??

A explicação é simples: fazer um pouco do que podemos fazer para colaborar na preservação do meio-ambiente.

E como as garrafas de vidro colaboram com o a proteção do meio-ambiente?

Essa explicação já não é tão simples, mas acho que posso resumir um pouco tudo que está por trás da utilização de garrafas de vidro no lugar das garrafas PET.

Começando do princípio

Há algumas semanas, comentando em casa sobre os problemas ambientais que todos nós enfrentamos, entramos no assunto do lixo. Conversamos em família impressionados com a quantia de embalagens inúteis utilizadas nos produtos de consumo diário (ou quase isso). Shampoo em potes de 200ml, café solúvel em embalagem para dose única, refrigerantes em garrafas PET, biscoitos embalados em porções minúsculas, etc. A lista é grande e todos nós conhecemos essa situação. Foi aí que comentei sobre o sumiço das garrafas retornáveis, especialmente para refrigerantes e água mineral, que não se encontram mais na maioria dos supermercados.

Infelizmente, como acredito acontecer na maioria das residências, essas preocupações acabaram ficando apenas na conversa calorosa e cheia de idéias daquele momento de indignação com o tamanho da poluição que causamos.

Porém, uma atitude inesperada muda essa imobilidade que nos atinge na hora de fazer algo de concreto para colaborar com o meio-ambiente. Meu pai, crescido e educado numa época em que as preocupações ambientais eram mínimas (pelo menos para a maioria da população), decide procurar as tais garrafas de vidro retornáveis. Encontrando-as em uma distribuidora local de bebidas, ele resgata um engradado empoeirado guardado na despensa de casa e compra os refrigerantes que ilustram esse post.

Mas e o preço?

A segunda pergunta que fiz ao ver que meu pai havia comprado as tais garrafas (a primeira foi para saber onde ele havia comprado) foi sobre o preço desses refrigerantes. Imaginei que por ter uma vantagem ambiental elas certamente custariam mais caro que os refrigerantes em garrafas PET. Na distribuidora local essas garrafas de 295ml custaram R$ 0,80.

Em seguida me dediquei a comparar esse preço com os dos refrigerantes em garrafas PET. Pesquisei diversos supermercados e estabeleci um comparativo calculando o preço por litro de refrigerante para cada tipo de garrafa. O resultado da minha pesquisa você pode ver aqui.

E foi grande a minha surpresa. O refrigerante das garrafas retornáveis tem preço competitivo e derruba, em muitos locais, o preço das garrafas PET de 600ml. A derrota certa acontece apenas na comparação com as garrafas de 2 litros. Mas, nesse caso, aindo pretendo investigar o preço daquelas garrafas retornáveis de 1,75l e 1,25l. Acredito encontrar nelas um preço por litro mais competitivo.

Dúvida maior: estou realmente colaborando com o meio-ambiente?

Eis que surge mais uma dúvida. A mais importante. Será que comprando refrigerante em garrafas de vidro retornáveis estou realmente colaborando com a preservação do nosso meio-ambiente?

A busca da resposta não foi tão simples e consumiu algumas noites de pesquisa e leitura de artigos, teses e sites diversos. Mas, um documento em especial trouxe uma visão totalmente nova sobre o assunto (pelo menos para mim). A dissertação de mestrado da Engenheira Mecânica Andréa Rodrigues Fabi, sob o título 'Comparação do Consumo de Energia e Emissão de CO2 entre Garrafas de PET e de Vidro, Utilizando Análise Ambiental de Ciclo de Vida' e orientada por Waldir Antonio Bizzo, mostra uma análise completa exatamente sobre aquilo que eu buscava. Sugiro a leitura desse trabalho, o que pode ser feito clicando aqui.

Somando as informações dessa tese àquelas que encontrei em outras diversas fontes (1) (2) (3), tranquilizei-me ao saber que SIM, estou ajudando o meio-ambiente!! A tese de Fabi faz um balanço muitíssimo interessante sobre o consumo de energia e a emissão de CO2 que a produção de garrafas de vidro e garrafas PET ocasionam. Essa análise inclui desde a produção, distribuição e utilização até o descarte, reutilização ou reciclagem dessas embalagens. Alguns detalhes, relativos principalmente ao transporte dessas garrafas e lavagem para reutilziação, podem alterar esse balanço, fazendo-o pender para o lado das garrafas PET. Porém, considerando as outras fontes de informação que levam em conta a origem das matérias primas e prognósticos, as garrafas de vidro mostram-se ambientalmente mais corretas. Dentre os motivos pode-se citar o menor impacto ambiental na obtenção de matéria-prima para o vidro, o menor volume de lixo no final do ciclo e a vindoura escassez de petróleo para produção de plásticos.

E agora, o que eu faço?

Infelizmente a utilização de garrafas de vidro retornáveis está, atualmente, bastante limitada pela disponibilidade. São muito poucos os supermercados que vendem refrigerantes nesse tipo de embalagem. Mas CERVEJA encontramos em todos os locais nas garrafas retornáveis. Portanto, não beba refrigerante, beba CERVEJA!!

Hehehe...

sexta-feira, 3 de agosto de 2007

Censos 2007: 93,4 milhões de pessoas já foram recenseadas em cidades com até 170 mil habitantes

Até o momento, o IBGE recenseou 93,4 milhões de pessoas (84%) em todo o país. Foram coletadas informações em 4,3 milhões de estabelecimentos agropecuários (76,2%), dos 5,7 milhões previstos. Para facilitar os trabalhos, o IBGE dividiu o país em setores censitários. Dos 158.955 existentes, 84,9% foram concluídos pelos recenseadores e outros 29.095 estão em processo de finalização, o que deverá ocorrer até o final da próxima semana.
Entre as regiões, a Nordeste é a que mais avançou, concentrando sete dos oito estados mais adiantados na coleta de dados. Os destaques são a Paraíba e o Ceará, com 97,7% e 93,8%, respectivamente, da população estimada. Algumas unidades da federação até superaram o número de estabelecimentos agropecuários previstos.

Santa Catarina é o terceiro estado mais adiantado nos trabalhos, com 93% da população recenseada. A região Sul teve a coleta prejudicada pelas fortes chuvas que caíram em julho. É bom lembrar que este é também um mês tradicional de férias, quando fica mais difícil encontrar as pessoas em seus domicílios, dificultando mais a contagem da população. No resto do país foi preciso superar outros obstáculos, como a falta de estradas adequadas, ausência de moradores nas residências e necessidade de transporte especial para locais de difícil acesso, entre outros.

Estes fatos não afetarão a divulgação dos números preliminares da contagem, prevista para dia 31 de agosto. A coleta de informações segue de modo contínuo com o objetivo de encerramento nas próximas semanas.

Comunicação Social
02 de agosto de 2007

segunda-feira, 30 de julho de 2007

Attitude is every thing

Esse quadro é show de bola!!

Estou numa fase bem realista... Hehehe...


Aproveitando a deixa sobre ATITUDE: achei interessante a iniciativa do supermercado local em utilizar sacolas plásticas biodegradáveis. Fiquei pensando um pouco no assunto. Existem muitas campanhas que pedem para a população levar de casa uma bolsa, carrinho ou outra embalagem qualquer para carregar as compras do supermercado, reduzindo a distribuição das sacolas. Porém, a principal destinação dessas sacolas (depois de utilizadas para carregar compras) é justamente embalar lixo. Assim, essas pessoas que não recebem sacolas no supermercado (por estarem levando sua própria embalagem) acabam comprando sacos específicos para depositar lixo (que incomodam da mesma forma que as sacolas tradicionais por também não serem biodegradáveis). Ou seja: a contribuição da utilização de embalagens reutilizáveis para transporte de compras de supermercado tem efeito mínimo no quesito 'redução da quantia de plástico descartado'. As sacolas biodegradáveis, por sua vez, colaboram intensamente para reduzir o volume de plástico. Degradam-se em poucos meses, mas esse tempo é suficiente para serem utilizadas para embalar o restante do lixo da casa e serem recolhidas para descarte.
É apenas uma pequena parte do problema, mas acredito ser esse o caminho para colaborar com nosso planeta. Cada um faz um pouco, aquilo que está a seu alcance.
O que estamos fazendo??
Posted by Picasa

domingo, 29 de julho de 2007

Mais friozinho


Agora sim tivemos frio de verdade!!! Hehe...
-2.3ºC!!

Nos meus álbuns do Picasa postei diversas fotos da geada dessa manhã, com belas cenas de Panambi City.

O inverno forma belas paisagens...

Mas fico pensando: e quem não tem onde se abrigar?

Triste...

sábado, 28 de julho de 2007

Um pouco de frio

Olá amigos!!

Curtindo o friozinho dos últimos dias???

Hehe...

Aqui em casa fez -0.3ºC e como tinha gente duvidando, está aí a prova :)

Buenas... O tempo está curto!

Até +
Posted by Picasa

domingo, 17 de junho de 2007

sábado, 16 de junho de 2007

Um dia feliz...


Buenas...

Tenho que agradecer pela participação dessa galera, não só na festa, mas na vida da gente!!

Valeu mesmo!!!!
Todos têm uma importância muito grande pra nós!!

Abraço a todos!!
Posted by Picasa

domingo, 25 de março de 2007

História...


Duas semanas com este povo todo... Não tem preço!
Obrigado pelo apoio e dedicação de todos!!
Até a próxima!!
Hehe...
Posted by Picasa

Censos 2007: classificados devem ir buscar os manuais de auto-instrução

O IBGE informa que os classificados na prova objetiva para recenseador (cujo resultado foi divulgado na última quinta-feira, 22/03) dos Censos 2007 devem acessar o site do Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br) ou procurar as agências de Correio em que se inscreveram, o quanto antes. Dessa forma, os mais de 68 mil recenseadores selecionados para o treinamento saberão em qual endereço poderão retirar os seus manuais de auto-instrução e, ainda, onde será realizado o treinamento presencial, que acontecerá entre 03/04 e 13/04.

O prazo para retirar o manual de auto-instrução vai da próxima segunda (26/03) até 28/03. O não comparecimento dos candidatos nos prazo determinado caracterizará desistência.

O IBGE ofereceu 525 vagas para auxiliar censitário administrativo (nível médio), 5.409 vagas para agente censitário municipal (nível médio), 12.394 vagas para agente censitário supervisor (nível médio) e 68.141 vagas para recenseador (nível fundamental). Os aprovados irão atuar nos Censos 2007 (Censo Agropecuário e na Contagem da População) por, no máximo, 10 meses (Auxiliar Censitário Administrativo), 7 meses (Agente Censitário Municipal e Agente Censitário Supervisor) ou 5 meses (Recenseador).

Recenseador receberá por produtividade

As remunerações variam de R$ 600,00 a R$ 800,00, por 40h semanais. Para os recenseadores, que trabalharão externamente, recomenda-se uma jornada mínima de 25h semanais.

A remuneração dos recenseadores será calculada segundo taxas previamente estabelecidas, que variam regionalmente, e por produtividade. Os aprovados serão informados a respeito durante o treinamento. Estima-se que, por cada setor censitário visitado, a remuneração média dos recenseadores seja: Setor urbano (cerca de 250 domicílios e 14 dias de trabalho) R$ 367,50; Setor rural (cerca de 120 domicílios e 40 estabelecimentos agropecuários, 18 dias de trabalho) R$ 511,79. Veja na tabela abaixo o número de vagas distribuídas pelas Unidades da Federação:


(*) A distribuição das vagas urbanas e rurais será durante o treinamento dos classificados.

Comunicação Social
23 de março de 2007


Se alguém quer a listagem de classificados do seu município é só me pedir, ok?

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2007

Celular é escolhido 2ª pior invenção humana

No mínimo estranho...

SÃO PAULO - O telefone celular foi escolhido a segunda pior invenção humana em pesquisa realizada pela publicação Focus, da BBC.

A publicação inglesa ouviu 4164 pessoas no Reino Unido. Cerca de 17% dos entrevistados apontaram os celulares como pior invenção. O telefone só perdeu para o quesito “armas”, considerado a pior invenção humana por 35% dos entrevistados.
No ranking das 10 piores invenções ainda aparecem a religião, a TV, o fast-food, cigarros e carros. Para os organizadores da pesquisa, o fato de invenções como carro e celular serem citadas entre as piores criações humanas é surpreendente.
Apesar de serem explorados pela publicidade como “objetos de desejo”, os carros e telefones celulares “podem não estar agradando as massas”, avalia o estudo.
Veja a lista das piores invenções, de acordo com a Focus:

  • Armas 35%
  • Telefone celular 17%
  • Usinas nucleares 9%
  • Televisão 9%
  • Sinclair C5 (um tipo de carro compacto) 9%
  • Automóveis 6%
  • Fast food 3%
  • Câmeras 3%
  • Religião 2%

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007

Mais informação no IBGE

Olá amigos!
Estou de volta depois de longos 13 dias em treinamento para preparar a mais complexa operação censitária da história do país!
Muita coisa interessante vindo por aí...

Mas, além dos Censos 2007, o IBGE tem outras novidades:

IBGE lança banco de dados sobre 192 países


Na homepage do instituto foi criado o canal Países@, com um mapa interativo repleto de informações demográficas, econômicas e geográficas de todos os países reconhecidos pela ONU.

A interface inicial de Países@ é um mapa do mundo onde o usuário pode navegar com facilidade. Basta acionar o mouse sobre o país escolhido para que surja na tela a Síntese, com as informações mais relevantes: localização, nome da capital, extensão territorial, PIB em valores, idioma, população e moeda corrente. No mesmo quadro tambémum breve histórico político-administrativo, um mapa político, a reprodução da bandeira nacional, fotos e um link para o Google Maps , onde o usuário tem acesso a visão do relevo através de imagens de satélite.

Além da Síntese, o menu no alto da página de Países@acesso a outros seis temas: População, Indicadores Sociais, Economia, Redes (telefonia e internet), Meio Ambiente e, finalmente, Objetivos do Milênio. Todas as informações provêm da ONU e de outras fontes oficiais. Há dados sobre a população residente em áreas urbanas, densidade demográfica, natalidade e mortalidade. O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), a desnutrição, o saneamento, a educação e a incidência do vírus da Aids são outros temas abordados. Os indicadores também podem ser acessados na forma de tabelas.

Ainda através do menu, o usuário tem acesso à lista de todos os 192 países retratados, obtendo uma visão rápida e ampla de seus indicadores, em relação ao resto do mundo. Assim, é possível saber, por exemplo, que. em 2004. o PIB em dólares do Brasil foi 3,6 vezes maior que o da Argentina e 4,6 vezes menor que o da Alemanha; ou, ainda, que a taxa de incidência de HIV sobre a população com entre 15 e 49 anos de idade na África do Sul é 43 vezes maior que a da Itália.

Ao lado de cada indicadorum pequeno ícone em forma de globo. Ao acioná-lo, o usuário tem acesso a uma tabela com os mesmos indicadores para todos os países, que pode ser exibida em ordem alfabética, numérica ou geográfica. Tal recurso possibilita a elaboração de rankings e também agiliza comparações entre países de um mesmo continente.

Outro tema bastante interessante, Objetivos do Milênio, contém detalhes do importante acordo internacional criado pela ONU para garantir o desenvolvimento sustentável da economia planetária. Ali estão os indicadores relacionados aos compromissos específicos de cada um dos países que aderiram às metas sócio-ambientais estabelecidas em conjunto com as Nações Unidas.

O link Países@ vem se juntar a outros seis diferentes bancos de dados disponíveis na página do IBGE: Sidra (com tabelas interativas da maior parte das pesquisas do IBGE), BME, Perfil dos Municípios Brasileiros, Mapas Interativos, Cidades@ (com os principais indicadores socioeconômicos dos 5.564 municípios brasileiros) e Estados@ (com informações sobre as 27 unidades da federação).

Três vezes ganhadora do Prêmio Ibest – na categoria de melhor site governamental da internet brasileira – a página do IBGE foi visitada por 14,5 milhões de diferentes usuários ao longo de 2006, totalizando impressionantes 1.260.554.866 de hits. Através dela, pesquisadores, estudantes, jornalistas e demais usuários têm acesso às mais de 50 diferentes pesquisas realizadas pelo instituto, que traçam um amplo retrato da demografia, da economia e dos diversos aspectos sociais do nosso país. E além de informações geográficas, cartográficas e geodésicas, a página do IBGE contém arquivos PDF das publicações com os resultados das suas principais pesquisas, que podem ser baixados gratuitamente por qualquer usuário. Os que preferirem as tradicionais publicações em papel podem acessar o link da Loja Virtual e efetuar suas compras com cartão de crédito ou boleto bancário.

A equipe responsável pelo site, é composta por 17 profissionais entre analistas de sistemas, webdesigners , analistas de geoprocessamento e tradutores. O parque de informática é composto de 17 desktops e uma infraestrutura de Internet com 19 servidores sendo que 17 deles rodam em plataforma de software livre.

quinta-feira, 25 de janeiro de 2007

Esses chineses...

Vocês viram a moral dos chineses??

Fecharam 2006 com 10,7% de crescimento no PIB. Uma hora essa bolha tem que estourar... Onde esse país vai parar? Se é que vai parar!!

Mas nada dura para sempre!!

E o Brasil, vocês viram??? Hehe... Melhor nem ver né... Que vergonha...

Será que não dura pra sempre mesmo??

E, só por curiosidade, já que eu ainda não havia postado isso, vai abaixo o índice BigMac (iBm), que levanta em diversos países o preço em dólares americanos do BigMac. A última verificação é relativa a 2005 e está no quadro abaixo. Os chineses, pra variar, estavam com o melhor preço: US$ 1,27!!!

quarta-feira, 24 de janeiro de 2007

Resultado Concurso IBGE (1)

Quase ia me esquecer...

Ontem foi liberada a consulta à classificação no concurso do IBGE realizado em 17/12/2006 para os cargos de ACM/ACS e ACA. A consulta pode ser feita no site da fundação Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br/eventos/concursos/ibge0206/ibge0206.html) com o número da inscrição ou Nome e Sobrenome, e data de nascimento.

Os candidatos que concorreram às vagas de Recenseador terão que aguardar até o dia 22 de março para saber a sua classificação, uma vez que serão contratados apenas em abril.

Os classificados para ACM /ACS/ACA já devem preparar sua documentação (está tudo no edital) e aguardar o contato do IBGE ou comparecer no local e data apresentados na consulta à classificação.

McNaught 2006 P1 - Vocês viram??

Vocês viram o cometa???
Eu vi!!! Hehehe...

Dia 18 foi o melhor dia pra ver ele em Panambi, pois não havia nada de nuvens.
Porém ainda foi possível vê-lo nos dias 21, 22 e 23 já com a intensidade do seu brilho decrescendo gradativamente. É bastante possível que ainda hoje, se tivermos céu limpo, seja possível visualizar o McNaught a olho nu com boa nitidez, desde que estejamos em local mais afastado das luzes urbanas.

Um binóculo ou luneta ajudam muito na hora de admirar o cometa que é o mais brilhante dos últimos 40 anos.

Para mim foi uma grande alegria poder observar tal raridade, uma vez que outros diversos eventos astronômicos ficaram encobertos por mau tempo quando aconteceram. Nesses momentos, nós pobres mortais, ficamos realmente maravilhados com a grandiosidade do universo criado por Deus.

A foto acima foi obtida em Porto Alegre, próximo ao Guaíba.

Se alguém quiser uma dica de local para observá-lo hoje (acho que a última oportunidade e somente se o tempo colaborar!) é só pedir...

quinta-feira, 18 de janeiro de 2007

Essa eu tive que postar...

Brasil tem iPods mais caros do mundo

Quinta-feira, 18 de janeiro de 2007 - 10h15